Portfolio/ Dayze Nascimento

Profissional da dança e do teatro ( DRT- 8.055, RJ). Mestre  em Artes Cênicas, UNiRio. Graduação em Universidade Degli Studi di Roma – “La Sapienza di Roma”, curso (Teatro – Art Performance). Autora de livros para infância, cria a Escolinha de Arte Fundo de Quintal na cidade de Manaus-Am. Em 1988 a Expressart Produções Artísticas, na cidade do Rio de Janeiro. Através da EspressartBrasile (assim conhecida na cidade romana), cria, elabora e desenvolve Lab performativos em escolas publicas de Roma,Itália e no Rio de Janeiro.

ATIVIDADES ARTÍSTICO – CULTURAIS,

Expressão Corporal e Dramatização

Curso de Artes Cênicas em SESC (RJ)

Atividade que propõe trabalhar a dramaturgia como ferramenta para o desenvolvimento cultural do idoso, estimulando a leitura, a pesquisa, a memorização, a concentração e o movimento do corpo.

Esse Corpo que Nasce

Performance teatral baseada no livro “A Estética do Oprimido” de Augusto Boal.

“Esse corpo que Nasce” Seis artistas refletem sobre a condição do ser humano. Entre jogos e cantos, a realidade carioca.

Dança ORGÂNICA.

A oficina oferece efeitos terapêuticos que beneficiam a integração entre físico – mental – emocional, abrindo espaço para o encontro, à pesquisa, à liberação do stress e, por consequência, à expressão dos afetos. As atividades são realizadas através de diferentes ritmos visando criar uma sensação de acolhimento e de pertencimento entre os participantes. Com o desenvolvimento de expressões rítmicas próprias, criamos uma dança consciente, elaborada a partir da Filosofia africana Bantu – Ubuntu, das “ações físicas” do corpo performer – Afrodiaspórico e metodologia Angel Vianna (conscientização do movimento e jogos corporais).

Ano 2018 – 2017 – apresentação e leitura performativa sobre a obra de Luiz Gama, no FestFIC 2017 – II Festival Interuniversitário/ Cultura RJ – Fórum da Ciência e Cultura – UFRJ na Semana  No “Balcão Poético” – na antiga, CEU – Casa do Estudante Universitário – Semana de Comemoração da Consciência Negra.

ATIVIDADES /Escola Comunidade .

2016 – 2009 O projeto “Pedagogia Teatral de Educação Intercultural” para formação de professores(as), curso magistério, foi contemplado pelo programa – “Mais Cultura nas Escolas”. Com Patrocínio do Ministério da Cultura – MINC, Ministério da educação –  MEC, Secretaria Estadual de Educação – SEEDUC, Fundo Nacional para Educação – FNDE. Local: Colégio Engenheiro Mário Moura Brasil do Amaral – CEMBRA. Em parceria com a comunidade “Quilombo Campinho da Independência”. Paraty, município do Rio de Janeiro. LINK:

Pesquisa para o Programa de Pos Graduação em Artes Cênicas – PPGAC,  UniRio. Projeto –  ” Pedagogia Teatral Afro brasileira”, contemplado com a bolsa nota 10 da FAPERJ –  Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro. Em, Escola e Comunidade Quilombo Campinho da Independência, Paraty Rio de Janeiro.

ROMA, ITÁLIA.

Processos Educativos Intercultural e Interdisciplinar

Entre os anos de 2007 – 1991 reside em Roma. Graduada em Teatro, Arte, performance, pela Universidade degli Studi di Roma ” La Sapienza “. Recebe uma bolsa /pesquisa “O Teatro no Vídeo” do Departamento de Música e Espetáculo, Faculdade de Letras e Filosofia, “Centro Teatro Ateneo”.

Atua como docente de dança  no Centro de Estudos Brasileiros da Embaixada do Brasil – CEB  e, na UPTER Sport – Università  Popolare della Terza Età di Roma –   LINK:   

Educação INTERCULTURAL – ATIVIDADES DE Mediação Cultural  em escolas. 

Projeta, cria e realiza, junto à EspressartBrasile,  programas artístico– educativo – interculturais de formação, capacitação e aperfeiçoamento, em escolas da rede pública italiana, divulgando a cultura afro- brasileira e nativa do Brasil.

Com o Patrocínio de Instituições publicas, tais como: Comunidade Europeia, Ministério da Educação Italiano, Biblioteca Municipal de Roma, Prefeitura de Roma, escolas publicas, entre outras Instituições, Embaixada do Brasil em Roma, ONGS, Associações Culturais, italianas Destaca-se a Caritas Diocese de Roma – Fórum Per L’Intercultura, sob supervisão de Lídia Pitau.

VER: PROGRAMA LIVRO VIVO ITINERANTE      VER: Formação professores(as)

Autora, ilustradora de livros, de historias, para a infância. Livros com percursos de laboratórios aplicados em escolas. Programa Livro Vivo Itinerante.

Giocando con Il Samba. Livro bilingue – Português e italiano. Editora Sinnos.            Il Canta Storia Tropicale. Mama Chica và in città.

RIO DE JANEIRO, BRASIL

1998 – 1995 Projeta, cria e realiza programas, atividades artísticas – educativas – interculturais com o Patrocínio da : Prefeitura da Cidade do Rio – Secretaria Municipal de Educação,SME, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, SMDS, Fundação Cultural Palmares – Ministério da Cultura, MINC – Museu Paço Imperial, Museu Histórico Nacional, Instituto de Pesquisa Cultura Negra, IPCN, entre outras….

Link:  Formação professoras                    Link: Formação alunos

ATUAÇÃO  como ATRIZ – Performer

CRT – Registro profissional: 8.055- Sócio efetivo –matricula 009119-9 RJ, Sindicato dos Artistas e Técnicos do Espetáculo de Diversões do Rio de Janeiro. 8.055- Sócio n° 1.104 – Sindicato dos Profissionais da Dança do Estado do Rio de Janeiro.

2015 atua como atriz na série Santo Forte – personagem- apontadora –  Cibele. Direção de Roberto D’Avila, roteiro de Marc Bechar. Primeira série Nacional do canal de TV  AXN. 1986 – novela “Sinhá Moça” rede TV Globo. Personagem Nena do Quilombo, madrinha de casamento da sinhazinha ( Lucelia Santos).

Digitalizar0003

Realiza performance de Teatro- Dança em parceria com NEC – Núcleo Experimental de Cultura da UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro, em eventos Universitários: S.O.S Educação – UERJ, Amazônia – IFCS – URFJ, Circo Voador, entre outros, com os solos: “Delírio” e “Triburbana”, VER: Youtube.

1983 Atua em espetáculos, infantis, teatro de bonecos na companhia de Gilvan Javarinni. 1980, curta “ Guaraná Olho de Gente” Aurélio Michiles. 1979 participa do série “Plantão de Polícia” – TV Globo. 1978 inicia a carreira como atriz, companhia  “ Teatro Experimental do SESC, Manaus AM, direção Marcio Sousa.

1 comentário Adicione o seu

  1. Terezinha Franco Ferraz disse:

    Obrigada pelo carinho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s